Segurança contra roubos e furtos na perfumaria

Equipe bem treinada, posicionamento correto dos produtos e alguns recursos eletrônicos conseguem inibir a taxa de furtos no varejo brasileiro

Em apenas um ano, o varejo brasileiro perdeu 1,29% do faturamento com falhas no manuseio de produtos, vencimento de mercadorias ou furtos, segundo dados da Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe).

À primeira vista, o percentual parece pequeno, mas representa R$ 19,5 bilhões, considerando toda a receita do setor em 2017, que foi de R$ 1,51 trilhão. De acordo com a associação, o montante seria suficiente para “criar” a sexta maior empresa varejistas do Brasil em faturamento.

Coibir totalmente os furtos em uma loja é uma missão praticamente impossível. Mesmo grandes redes, que têm recursos suficientes para investir em aparatos de segurança tecnológicos, vigilante e sensor nas portas, também são vítimas do problema.

Veja a seguir algumas dicas para dificultar o furto:

  • Pensar na organização do sortimento de maneira estratégica;
  • Evitar deixar produtos pequenos e de valor agregado distantes dos olhos da equipe e trazê-los para próximo dos caixas;
  • Trabalhar o treinamento dos funcionários;
  • Desenvolver o senso de alerta;
  • Diminuir pontos cegos.