Dez dicas de maquiagem para auxiliar o cliente

Veja como evitar os principais erros cometidos na maquiagem, valorizando a beleza natural

Todo mundo que já fez a própria maquiagem já cometeu algum erro na vida – o que é perfeitamente normal. Para garantir que o cliente consiga fazer uma maquiagem que o valorize, a influenciadora Juliana Motta ensina como evitar os principais erros cometidos na maquiagem – e, além disso, como realçar a beleza natural de cada um por meio de alguns truques.


1. Nunca aplique a maquiagem diretamente na pele

Para manter a pele saudável, antes e depois da maquiagem, oriente o cliente a preparar a pele para prevenir o entupimento de poros e ajudar a diminuir as linhas de expressão. O pré-make constitui em três etapas: limpeza, esfoliação/tônico e hidratação. Lembrando que é importante saber qual o tipo de pele e procurar produtos específicos para as necessidades.

2. Aplicar o primer para evitar o craquelamento e o ressecamento da base

A função do primer é de preparar a pele, deixando-a mais uniforme para o recebimento da base.


3. Nunca preencher a sobrancelha com sombra preta

Preencher as sobrancelhas é importante, principalmente para disfarçar falhas. Mas a melhor forma resolver esse problema é respeitar o desenho natural e a cor da sobrancelha. A dica é afinar o pincel e fazer traçados retos, respeitando a raiz e crescimento dos pelos. Depois, pode-se esfumar no começo, criando um aspecto mais natural.


4. Tomar cuidado com o corretivo

O tom deve ser próximo da pele e deve ser aplicado somente abaixo dos olhos, esfumando bem.


5. Escolher o tom correto de base

Para acertar o tom da base, a dica é testar diretamente no rosto – próximo a mandíbula, para mesclar o tom do rosto e do pescoço. Outro fator bem importante e é o subtom de pele, ou seja, a temperatura. Isso irá determinar se a procura deve ser por bases rosadas ou amareladas.


6. Evitar base em excesso


Uma boa maneira de aplicar é começando pelo centro do rosto e dando batidinhas, esfumando para as extremidades. Isso promove um aspecto mais natural e sem marcas.


7. Promover correções adicionais

Usar um corretivo muito claro apenas na região das olheiras pode causar o efeito inverso. Além de escolher um tom mais próximo da base, ele deve ser aplicado no canto interno dos olhos até a aba do nariz, puxando para ficar um triângulo invertido. Dessa forma, além de corrigir olheiras, ele alongará e iluminará o rosto. Para não derreter, aplicar um pó solto e levinho, para selar e garantir a durabilidade da maquiagem.


8. Evitar excessos no contorno e no blush

Ao contrário do que muitos pensam, o contorno não foi feito para emagrecer o rosto, mas para evidenciar e definir nossos traços originais que a base ou BB Cream cobriram. Para isso, o contorno deve ser aplicado na direção da orelha para o canto do lábio. O blush, por outro lado, deve ser aplicado na maçã do rosto, esfumando na direção do contorno. A dica é sempre segurar o pincel bem na ponta, para não pesar a mão e a aplicação ficar mais leve. Para quem gosta de brilho, a dica é aplicar o iluminador acima das maçãs do rosto, abaixo da sobrancelha e em locais que se queira evidenciar.


9. Atentar ao “olho preto”

Para garantir um olhar marcante, a dica é esfumar o côncavo com uma cor de base (marrom, por exemplo) e ir esfumando em movimentos circulares. O preto pode ser utilizado, mas é importante esfumar bem para tirar todas as marcações.

10. Realçar os lábios

Para criar o efeito “plump”, a orientação é aplicar um contorno em creme na boca e esfumar com batidinhas. Depois, basta aplicar o batom.