Cinco dicas de gestão para os pequenos negócios enfrentarem a pandemia

:Neste momento, é fundamental buscar o equilíbrio entre despesas e receitas

A crise econômica provocada pela pandemia do Coronavírus tem causado enormes prejuízos à economia global e atingido a saúde das empresas, que se veem diante de uma queda do volume de vendas.

De acordo com o gerente de Relacionamento com o Cliente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, de São Paulo (Sebrae-SP), Enio Pinto, a crise pode ser uma oportunidade para o empreendedor criar soluções inovadoras, que contribuam com o desenvolvimento e a profissionalização do negócio.

“No passado, as grandes empresas engoliam as pequenas. Hoje, nós vemos que são as empresas mais ágeis que superam as mais lentas. E, nesse sentido, o pequeno negócio tem mais agilidade e pode se adequar mais rapidamente e dar respostas mais rápidas, no contexto de crise”, comenta Enio Pinto.

Confira cinco dicas do Sebrae, que podem ser aplicadas em perfumarias, para aumentar as vendas e reduzir os custos no momento de crise:

  • Aposte nas mídias sociais

No momento em que o cliente se retraiu e está praticamente recluso em casa, os donos de pequenos negócios precisam usar ferramentas digitais para chegar até o público. Uma solução rápida e de baixo custo é investir na criação de perfis da empesa nas principais mídias sociais (Instagram e Facebook). O WhatsApp também oferece uma versão voltada para os negócios individuais ou de menor porte, chamado WhatsApp Business.

  • Invista em plataformas de vendas on-line

Se a sua empresa ainda não conta com ferramentas de venda on-line, esse é o momento de tomar essa atitude. Avalie qual das diferentes plataformas disponíveis no mercado mais se adequa às suas necessidades.

  • Disponibilize o delivery

O empreendedor deve ter em mente que os clientes existem e continuam tendo a necessidade de comprar, mas devido às novas circunstâncias, não estão indo fisicamente até o negócio com a mesma frequência. Os serviços de entrega (delivery) têm se tornado uma importante estratégia dos pequenos negócios para chegar até os clientes que cumprem recomendações de não sair de casa em virtude da quarentena. Outra opção é o cliente encomendar suas compras e retirar os pedidos já previamente organizados, em um sistema de take out.

  • Avalie os custos

É fundamental que o empreendedor conheça profundamente os custos da sua empresa e seja capaz de avaliar quais são aqueles imprescindíveis para manter o negócio operando. Em um contexto de queda do faturamento, deve-se priorizar aqueles que são realmente fundamentais e cortar ou reduzir os demais.

  • Negocie com seus fornecedores

Com a queda do faturamento, você vai precisar negociar com seus fornecedores um melhor prazo para cumprir seus compromissos. Essa negociação pode trazer o fôlego necessário para manter em dia aqueles gastos e despesas que não podem ser adiados.